segunda-feira, 6 de maio de 2013

DIA A DIA

Dia a  Dia (Fabio  Terra)

Cada dia mais desanimado, cada minuto  mais triste,
cada segundo com mais raiva, com o pulso acelerado,
e os argumentos em riste.
 
A cada instante com o  coração  mais endurecido
A cada momento com mais tristeza, e com o pulso cerrado
Por trás dos olhos cada vez mais cansados.
 
Cada noite mais acelerado, cada gole mais irresponsável
Surge, assim, cada vez a  palavra mais acida,
Cada vez mais sem amigos.
                                                  - Não  me importo.
 
Cada dia com mais certeza
Cada certeza mais hipócrita
E a hipocrisia cada vez mais culta
 
E eu  um ignóbil cínico
Cada dia mais idiota.