terça-feira, 26 de junho de 2012

ANTES QUE NOSSAS ASAS SE CANSEM

Antes que Nossas Asas Se Cansem (Fabio Terra)

Antes que nossas asas se cansem
Vamos nos dopar, flutuar
Virar nuvem no ar

Através dos baluartes do céu
A alva branda em céu de brigadeiro
"E Deus criou o vento
Pra pentear os seus cabelos"

Traz vento, a excitação!
E, vamos nos dopar
Flutuar
Virar nuvem no ar

domingo, 17 de junho de 2012

VENENO CROMÁTICO

Veneno Cromático (Fabio Terra)

Não sou preso a nada
Nem à roupa nem à alma

O sangue que passeia pelas minhas veias
Leva o veneno até meu coração,
Que enfurecido bombeia pra cabeça

O colorido dolorido da culpa
Sem solução.