domingo, 28 de outubro de 2007

TODOS OS DIAS VOCÊ BRILHA PARA MIM.

Todos os Dias Você Brilha Para Mim. (Fábio Terra)

Quando a vejo no teu Sono Preguiça,
Observando, fico, em cada centímetro do teu corpo
a minha paixão.

É difícil dizer-te que te amo
Mas é ébrio sentir a palpitação do meu coração,
Como em uma oração rotunda do amor.

A razão não permite te tocar, minha Alva Rainha,
Mas a inconseqüência dos amantes
Obriga-me a roubar–te um beijo,
Na madrugada de todos os dias.

É difícil dizer-te te amo,
Fácil é olhar por dentro,
De teu sono tão puro,
Dilatada exaustão isotópica.

Vivendo o poder de viver,
O resto de nossas vidas lado a lado,
Acordado te olhando, amando e vigiando teu sono.

Haaa! Como amam os vitoriosos,
Por terem contigo, a mais bela das estrelas,
Transbordando a inatividade do meu ócio,
Brilhando todos os dias, só para mim.



Para Jane