terça-feira, 27 de dezembro de 2011

ONDE A VERDADE SE ESCONDE.

Onde A Verdade Se Esconde. (Fabio Terra)

Dos tantos esconderijos
que a verdade possa
usar.

O coração do “filho de uma puta”
é o que tem as amarras mais cruéis
de se soltar.

A culpa miserável do bairro baixo,
é maquiada com batom barato,
rebocado na boca ignóbil da
moça suada, com cheiro de fim de noite.

Que tira do seu coração, de puta sem culpa,
a verdade mais dura, quando vê o amanhecer
- Mais um dia acabou! Graças à Deus!

Nenhum comentário: