quinta-feira, 5 de julho de 2012

SUPER HERÓI

Super Herói ( Fabio Terra)  

Não  tinha sorte como herói,
E como se Coca fosse Kriptonita
Fazia tudo errado, fazia tudo  que irrita

Seu traje não  tinha capa
Só uma camiseta encardida
Então fazia tudo de errado, fazia tudo  que irrita

Não tinha super poder, não tinha  nada!
Apenas a solidão de uma noite calada
Então gritava, tudo de errado, falava tudo que irrita
 
E sentado na cadeira olhando o tempo envelhecer
Como se Coca-Cola fosse Kriptonita
Usava a mão direita
E fazia tudo de errado, tudo que irrita


Um comentário:

Ana Paula disse...

Gostei... Sou sua fã poeta!
Beijos e beijos