sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

MAIS UMA XÍCARA DE CAFÉ.

Mais Uma Xícara de Café. (Fabio Terra)

Mais uma xícara de café antes de ir para o Vale Baixo, quem sabe um afago nas suas têmporas podem te fazer mudar de idéia, quem sabe, essa idéia de que o mundo não é tão mundo só porque não é do jeito que você pensa, não passa de atraso emocional ou se melhor achar, avanço juvenil ou ainda birra infantil da qual faço parte, birrentos infantis com um certo atraso emocional.

Um beijo na boca! Isso sim, sempre é bom, mesmo com hálito de café, que transforma o beijo em um beijo com gosto velho e envelhecido fica ainda mais, se esse beijo vier com fumo, fumo de qualquer espécie, mas.....beijo é beijo, é como um dopante uma ponte para as nuvens, boca com boca, lábio com lábio, as línguas se entrelaçando junto com o abraço e o aperto dos corpos, cena tão vulgarizada, banalizada, esqueçida; o beijo, a língua, o corpo, o abraço, parece até clichê de cinema barato, romantismo pois sim.

Depois do beijo, mais uma xícara de café antes de se ir para o Vale Baixo, bebi demais, falei demais, aliás, falar muito deixa a gente tonta, mistura de ansiedade com sono, já passou por isso? É agradável e ao mesmo tempo frustrante, ansiedade e sono... não se combinam, por isso você sai correndo em busca de assunto, na rua, e só encontra beijo, beijo com café.

Mais uma xícara de café ante de se ir para o Vale Baixo.

Um comentário:

Felipe da Costa Marques disse...

Outro dia fumei um cigarro com o Thomas... (risos)

"One more cup of coffee for the road.
One more cup of coffee for I go,
To the valley below."

Abs! Adorei!
Salve o poeta Dylan!