sexta-feira, 6 de julho de 2007

ME DESCULPEM.

Me descupem os mais severos, sei que minha poesia, se é pode ser chamada de poesia, não é lá grande coisa, um dia chego até lá, maquinação da escrita, a manipulação dos sentimentos pela palavra. Por hora coloco no papel rascunhos da minha memória, um tanto enebriada, cheia de noite e boemia barata dos bares da cidade, mas um dia hei de melhorar e assim não ficarei mais uma onça com que escrevo. Mas arrependido não sou, se coloco não tiro, posso arrumar de vez em outra. Ma se não melhorar, quem sabe vira estilo ou não vira nada, mancar eu não vou.

Eita mundo complicado....

Um comentário:

prisma_shaw disse...

o mundo ate pode ser complicado..mais a coragem implicita para revelarmos nossas falhas e sonhos é o que nos difere nesse caos em que vivemos...a arte de se expressar,escrever o que se sente é acima de tudo o ato de alguem que sabe viver...sem maculas..sem ofensas apenas VIVE...e quem vive de verdade...sonha acordado!
bj